O que é o Bloco K? E qual o seu impacto nas Pequenas e Médias Indústrias?

O que é o Bloco K? E qual o seu impacto nas Pequenas e Médias Indústrias?

O Bloco K é uma obrigatoriedade exigida pelo fisco dentro do SPED (que já vem sendo entregue às empresas a mais de 9 anos). Com o Bloco K, a Receita Federal tem como objetivo diminuir a sonegação fiscal. Como o próprio nome diz é um bloco de informações, só que agora exclusivamente relativos ao estoque e a produção das empresas.

Qual o Prazo de entrega do bloco K por parte das empresas?

Em relação a entrega para as empresas ele é escalonado conforme tamanho as empresas:

2017 – Empresas com Faturamento igual ou superior a 300 milhões;

2018 – Empresas com Faturamento igual ou superior a 78 milhões;

2019 – Empresas com faturamento inferior a R$ 78 milhões. Esse também é o prazo de entrega para empresas equiparadas à indústria e para estabelecimentos atacadistas previstos na obrigação. Além disso, esse é o prazo máximo para a entrega independentemente do tamanho do estabelecimento.

E quanto às penalidades? O que acontece se a empresa não entregar o Bloco K?

Podem sofrer multa de até 1% sobre o valor do que não foi entregue, a penalidade é a mesma do que não entregar o SPED, então não adianta empresa entregar ao SPED sem o bloco K

E como fica a pequena e média empresa no cenário do bloco K?  Ela está livre desta declaração?  

As empresas de lucro presumido e simples nacional elas não estão obrigadas a entregar o bloco K,  porém o que você tem que levar em consideração é o  seguinte:

– Eu compro de uma empresa que é obrigada a entregar o Bloco K?

– Eu vendo para uma empresa que é obrigada a entregar o bloco K? ou

– Eu forneço para uma empresa que é obrigada a entregar o bloco K?

Se sua resposta for sim para pelo menos uma das perguntas acima, então você deve ter o Bloco K implantado, pois essas empresas vão começar a exigir dos seus fornecedores uma informação bem detalhado e bem completa.

É só uma questão de tempo, para as pequenas empresas terem que se adequar também.

Além de acabar sendo um diferencial competitivo

Como o bloco K pode ser um diferencial competitivo para a pequena empresa?

As empresas com Bloco K tem maior facilidades de negociar com empresas grandes, porque com certeza uma grande empresa vai dar preferência para uma empresa que já está adequada, que já fornece as informações do bloco K.

Além do Bloco K, se a gente for olhar a fundo, ele é como se fosse uma certificação do processo produtivo das empresas: um controle mais efetivo do seu processo produtivo, da qualidade dos seus produtos e do próprio controle de estoque da empresa.

Eng.ª Amanda Longo

Engenheira de Produção Mecânica, pós-graduada em Engenharia de Processos pela Sustentare Escola de Negócios, formação entre outras em Líder Coaching, coach executivo/business, master coach Especialista Lean e WCM. Palestrante nas áreas de Carreira, Manufatura Classe Mundial, Produtividade e liderança. Carreira desenvolvida na Indústria durante 12 anos, trabalhando com foco na motivação, desenvolvimento e formação de grupos de Alta Performance, direcionados para alcance de resultados. Implantação de estudo de capabilidade de processo, ferramentas preventivas da qualidade, indicadores de produção, ergonomia, tempos e métodos, redução de setup, redução de custos de fabricação, Gestão Lean/WCM e Bloco k.

Consultoria Bloco K: Visando minimizar os riscos de uma informação não estruturada para o atendimento do Bloco K, oferecemos o serviço de Mapeamento de Controle de Produção e Estoque no arquivo do SPED Fiscal.

contato@maisperformance.net

(47) 99904 5493

www.maisperformance.net

Comentários 0

Deixe uma resposta